wrapper

Nessa terça-feira, 19 de maio, o Jornal Estado de Minas publicou uma matéria sobre a Fundação CDL Pró-Criança e seus projetos. Confira:
http://www.em.com.br/app/noticia/economia/2014/05/27/internas_economia,532919/cdl-pro-crianca-investe-em-acoes-que-visam-o-bem-estar-da-comunidade.shtml
Fundação CDL Pró-Criança investe em ações que visam o bem-estar da comunidade
Mais de 100 mil pessoas já foram beneficiadas nos 27 anos de atuação da Fundação
Empenhada em preparar crianças e adolescentes para o futuro não apenas profissional, como também social, a Fundação CDL Pró-Criança promove há 27 anos uma série de projetos em instituições da capital mineira. No total, mais de 100 mil pessoas já foram beneficiadas nessas quase três décadas de atuação. Entre os mais antigos programas da fundação – mantida pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) – o Sorridente já levou acesso a informações sobre a saúde bucal para 12 mil crianças e adolescentes. O Ver é bom demais, criado em 2002, por sua vez, foi responsável por 4.666 testes de acuidade visual e entregou óculos para 1.990 beneficiados. Somente no ano passado, foram 561 atendimentos (veja quadro com projetos).

Para o presidente da Fundação CDL, Vilson Mayrink, as ações incentivadas pelo empresariado da capital visam trazer benefícios para a comunidade como um todo. “Um problema na escola relacionado à visão pode ser detectado e tratado. Com isso, estamos ajudando as crianças em sua vida útil e tornando-as cidadãos melhores”, reconhece Vilson. As instituições beneficiadas pelos projetos são selecionadas com o respaldo do Ministério Público (MP). “Recorremos ao MP para que nos indique creches, abrigos, escolas e hospitais com trabalho sério e que têm necessidades”, explica Vilson.

Uma equipe da fundação vai até o local para fazer uma análise e verificar as condições gerais do espaço. “Fazemos essa checagem para ter certeza de que estamos beneficiando quem realmente precisa de ajuda. As próprias instituições podem solicitar essa avaliação”, informa Vilson. A intenção é que a análise seja realizada de forma criteriosa, respaldada pelo Ministério Público, e que atinja o público-alvo.

Para cada projeto, há uma programação específica ao longo do ano. O Brincadeira é coisa séria, por exemplo, tem duas edições, sendo uma no primeiro e outra no segundo semestre. Recentemente foi inaugurada a quarta brinquedoteca com apoio da Fundação CDL Pró-Criança. A expectativa é de que 50 crianças e adolescentes entre 6 e 14 anos utilizem o espaço localizado na sede do Projeto Bica, no Bairro Padre Júlio Maria, na Região Norte de BH. Serão, inicialmente, 100 obras literárias, 250 brinquedos e 20 CDs e DVDs para acesso dos novos usuários.

“Os fundos arrecadados para essa brinquedoteca vieram do projeto Corrida na ativa, que teve a primeira edição realizada no ano passado. Com o valor arrecadado nas inscrições, conseguimos viabilizar a iniciativa”, explica Vilson Myrink. Para Denilson Mariano da Silva, diretor tesoureiro da editora O Lutador, mantenedora do Projeto Bica, a brinquedoteca abre novos horizontes dentro do trabalho já desenvolvido no espaço. “Vamos poder trabalhar com maior qualidade as atividades que já são desenvolvidas aqui. Isso nos fortalece”, reconhece.

PROFISSIONAL DO FUTURO
Jovens de até 16 anos com idade entre 15 e 18 anos que querem entrar no mercado de trabalho mais preparados podem recorrer ao Programa Educação e Trabalho oferecido pela fundação ao longo de todo o ano. “Estes adolescentes se inscrevem e passam por uma triagem para selecionarmos aqueles que precisam mais. A partir daí, os direcionamos para as empresas”, explica Vilson. As aulas são ministradas em parceria com uma instituição de ensino e têm duração de 18 meses. Dentro das empresas, eles recebem formação técnico-profissional focada nas áreas de comércio, administração e logística.

CONHEÇA ALGUNS DOS PROJETOS
» Educação e trabalho
Voltado para jovens aprendizes, promove a formação técnico-profissional nas áreas de comércio, administração e logística.

» Ver é bom demais
Busca facilitar o acesso à assistência oftalmológica. A Fundação CDL realiza o teste de acuidade visual em crianças e adolescentes e aqueles que são diagnosticados com baixa visão são encaminhados para médicos parceiros, que oferecem consulta gratuita. Para quem precisa, o programa também doa os óculos.

» Sorridente
Promove a assistência odontológica preventiva em crianças e adolescentes de famílias de baixa renda. O público atendido tem acesso a um ciclo de palestras onde recebem informações sobre a saúde bucal.

» Brincadeira é coisa séria
Cria espaços que estimulem e valorizem brincadeiras e atividades lúdicas por meio da implantação de brinquedotecas doadas a instituições de acolhimento, creches, hospitais entre outras entidades.

PARCERIA É FUNDAMENTAL
Para viabilizar a maior parte dos projetos, a Fundação CDL Pró-Criança conta com a ajuda de voluntários e da iniciativa dos próprios empresários. “Temos parceria com dentistas e oftalmologistas. Também temos uma ótica que nos ajuda muito”, comenta o presidente da entidade, Vilson Mayrink. Segundo ele, hoje a grande dificuldade para viabilizar as ações é encontrar profissionais da saúde que se disponham a realizar as consultas. “Também estamos abertos a essas parcerias. Já o lojista reconhece a importância do seu papel para sustentar os projetos e mostra essa preocupação”, diz.

ENTRE EM CONTATO COM A FUNDAÇÃO CDL
Endereço: Avenida João Pinheiro, 495/ 7º andar – Funcionários
Telefone: (31) 3249-1897
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Site: www.fundacaocdl-bh.org.br

Conheça a Fundação CDL

A História da Fundação CDL Pró-Criança começou em 1986, com a iniciativa de empresários do comércio, ligados à CDL/BH que resolveram se mobilizar em torno dos problemas que afetavam a vida das crianças de Belo Horizonte.

A entidade cumpre sua missão de levar igualdade de oportunidades às pessoas e contribuir para a construção de um futuro melhor, fortalecendo e exercendo a cidadania.

FCDL News

Conduzir uma empresa não é uma tarefa fácil, são ...
Dê a um jovem o seu primeiro emprego!
15, 16 e 17 de setembro, a partir das 9 horas