wrapper

Por Andressa Guimarães

No dia 31/01, os aprendizes do Programa Educação e Trabalho (PET) assistiram à palestra do David Braga, CEO, Board Advisor e Headhunter da Prime Talent, empresa de busca e seleção de executivos de média e alta gestão (diretores e presidentes), que atua em todos os setores da economia na América Latina. Ao longo de sua carreira, ele já avaliou mais de 6 mil executivos de alta gestão. David tem formação de Conselheiro de Administração pela Fundação Dom Cabral (FDC), possui certificação de Executive Coach pela International Association of Coaching e é practitioner em Micro Expressões e Programação Neurolinguística.
Na palestra, David propôs aos jovens a reflexão “qual é sua marca?”, refletindo sobre porque as pessoas compram uma bolsa da marca Gucci, por exemplo, pagando caro por um objeto cujo valor está, não no objeto em si, mas sim no status do que ele representa. David afirmou, ainda, que algum dia alguns dos jovens aprendizes vão ser diretores ou gestores de alguma empresa e, por isso, é importante desde cedo eles se preocuparem com a imagem que passam para os outros. David ressalta que a forma como as pessoas se vestem diz muito sobre elas, especialmente com relação à adequação ao ambiente (trabalho, festa, local despojado, etc.). Porém, ele destaca que não é uma questão de marca ou de preço, mas sim de bom senso. Por exemplo, uma calça jeans, uma blusa de malha preta e um blazer deixam qualquer pessoa bem vestida, ainda que essas peças não sejam caras.

Dessa forma, ele pergunta aos jovens como eles têm se posicionado em sala de aula, nas empresas e nas redes sociais, pois é necessário lembrar que em todos os lugares os jovens são vistos e seus comportamentos e posicionamentos são julgados. David afirma que “não adianta ser somente, que tem que parecer também; as pessoas precisam se preocupar com aparência e com o conteúdo”. David questionou os jovens sobre o que eles andam lendo, pois ler é fundamental para ter conteúdo, desenvolver senso crítico e adquirir argumentos para sustentar uma conversa em qualquer grupo ou meio social. Informação ajuda a conectar as pessoas.

David apresentou ainda aos jovens dados de pesquisas que revelam que as pessoas perdem muito tempo fazendo coisas que não são úteis, principalmente na internet, e perdem oportunidade de aproveitar o acesso facilitado para adquirir conhecimentos úteis, seja para a vida pessoal ou profissional. Além disso, ainda perdem a oportunidade de valorizar quem está perto, às vezes na frente da pessoa em um momento social, para ter um contato virtual com quem está longe. David mostrou, também, mais dados de pesquisa que apontam que o Brasil tem, hoje, cerca de 13 milhões de desempregados, e, por isso, as pessoas têm que buscar se diferenciar. Contudo, outras pesquisas revelam que existem muitas empresas com vagas abertas há meses, o que demonstra que falta algo nos profissionais que estão desempregados. Conforme David ressalta, “o mundo está em constante mudança e cada um é responsável pela sua formação e seu futuro.” Por exemplo, fazer cursos EAD, aulas de idiomas online, etc.

O palestrante destacou, ainda, que hoje em dia está na moda esse discurso acerca de qualidade de vida, mas as pessoas confundem isso com “trabalhar pouco”. Ser feliz não é uma questão de trabalhar pouco, é uma questão de trabalhar em um ambiente agradável e fazer aquilo que gosta. É estar num ambiente que te desafia e que te impulsiona a sair da zona de conforto de uma forma saudável, mas sem sugar ou estressar o profissional. Além disso, David deu diversas dicas para os jovens sobre como construir uma carreira de sucesso. Segundo ele, é necessário “ser estratégico e montar um planejamento de vida e de carreira; saber lidar com pessoas e ambientes diversificados; pensar fora da caixa e buscar novos caminhos, fora da zona de conforto ter originalidade, criatividade, pensamento crítico e iniciativa; não esperando ser demandando para fazer uma entrega, indo além daquilo que foi pedido”. David destacou a importância do cumprimento de prazos e da qualidade na entrega dos trabalhos. Ele aconselhou os jovens a sempre ter foco, prestar atenção aos detalhes e buscarem fazer tudo bem feito, pois eles serão lembrados ao entregarem um trabalho de excelência, mas serão esquecidos se forem medíocres.
David questionou os jovens também sobre “como andam os relacionamentos interpessoais”. Segundo ele, networking é essencial em qualquer carreira, pois fazer contatos é abrir portas e quando as pessoas se lembram de você e você se torna uma referência para elas, elas indicam seu nome em rodas de conversas e em oportunidades profissionais. Além disso, David destacou ainda a importância de os jovens aprenderem desde cedo a gerenciar o próprio dinheiro, poupando desde cedo, mesmo se ganharem pouco, e nunca gastando o que não têm.

Conheça a Fundação CDL

A História da Fundação CDL Pró-Criança começou em 1986, com a iniciativa de empresários do comércio, ligados à CDL/BH que resolveram se mobilizar em torno dos problemas que afetavam a vida das crianças de Belo Horizonte.

A entidade cumpre sua missão de levar igualdade de oportunidades às pessoas e contribuir para a construção de um futuro melhor, fortalecendo e exercendo a cidadania.

FCDL News

Dê a um jovem o seu primeiro emprego!
15, 16 e 17 de setembro, a partir das 9 horas
Contrate estagiários por intermédio da Fundação ...